quinta-feira, 30 de outubro de 2008

(Ralph Waldo Emerson)


Não se pode conseguir a paz mediante a violência.

Só se pode conquistá-la através de compreensão.

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Sílvia Schmidt


Eu Aceito a Vitória
Sílvia Schmidt

Eu me recuso a ser desencorajado.
Eu me recuso a ser alguém triste a chorar.
Eu recuso um coração sem esperança.
Há um poder a me dar motivação.
É um poder infinito e sem igual, sempre comigo
e supremo que me apóia todo o tempo,
que não me nega refúgio.
É um poder rico de sabedoria.
Mesmo que tudo seja mudado
ele sempre será o Comandante do Universo.
Ele conhece tudo o que acontece,
desde o começo até o fim.
Sua força me traz conforto.
Ele é meu grande aliado.
Se vem algo para me enfraquecer,
em seguida forte estou porque eu chamo por Seu nome
e corro para os Seus braços.
Quando maus acontecimentos ameaçam
roubar minha paz Ele me recolhe junto ao peito
onde todas as dores acabam.
Quando meu coração se deixa trair
e a fraqueza assume o controle, Ele me apanha nos braços,
fortalece meu coração e a minha alma.
Esse Poder está sempre comigo
e minha vida está sob Seu comando.
Ele é minha esperança e eu me apóio em Sua força.
Eu me recuso a ser um derrotado.
Para minha existência eu tenho esse Poder.
Ele promete amparar-me por todos os meus caminhos.
Eu lembro dos males que passaram,
que foram varridos da minha Vida quando meu grito
chegou a Ele e pude repousar em segurança.
Esse Poder tem o nome Deus!
Eu agradeço em todas as horas
por ser Seu filho sempre abençoado.
Ele só me traz vitórias.
Eu me recuso a ser um derrotado!

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

A Rosa de Hiroxima


Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas
Mas oh não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroxima
A rosa hereditária
A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica
Sem cor sem perfume
Sem rosa sem nada.
Bom final de semana,
beijos
Marcinha*

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Fernando Peixoto


FERNANDO PEIXOTO



Hoje faço uma homenagem especial ao Historiador, Teatrólogo, Escritor, Professor e Poeta, Doutor Fernando Aníbal Costa Peixoto que partiu de nosso convívio, deixando aqui, a marca de uma Poesia inigualável, fragmentos de sua alma e de seus sentimentos. A este Grande Homem, Parceiro e Amigo, toda admiração.

==================================

Apresento seu último poema que aconchegado neste espaço, mantém Viva sua Lembrança e Eterniza a Saudade... Sylvia Cohin

« RE-PARTINDO... »


© Fernando Peixoto

Sei que contigo vão partir
memórias de um tempo partilhado,
dias breves que hoje são passado
e podiam no entanto ser porvir.

Sei que levas na bagagem a lembrança
dos olhos nimbados de tristeza
mas também o brilho da bonança
que alimenta a tua natureza.

Mas se partes, apenas uma parte
vai contigo rasgando o mar e o vento:
que outra parte de ti já se reparte
na minha memória e pensamento.

24 de Agosto de 2008
FERNANDO PEIXOTO

* 25 de Julho de 1947
+03 de Outubro de 2008

Vila Nova de Gaia - Portugal

==================================
FERNANDO PEIXOTO - O Porto - Pt
« O talento educa-se na calma, o carácter no tumulto da vida » - *GOETHE

==================================

terça-feira, 7 de outubro de 2008

O amor é lindo...


Esposa Perfeita...


Primeiro Encontro...


quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Nossa Postura...Reflexão

video

Vale a pena !!!

Beijos pra todos...

Marcinha*