quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Fernando Peixoto


FERNANDO PEIXOTO



Hoje faço uma homenagem especial ao Historiador, Teatrólogo, Escritor, Professor e Poeta, Doutor Fernando Aníbal Costa Peixoto que partiu de nosso convívio, deixando aqui, a marca de uma Poesia inigualável, fragmentos de sua alma e de seus sentimentos. A este Grande Homem, Parceiro e Amigo, toda admiração.

==================================

Apresento seu último poema que aconchegado neste espaço, mantém Viva sua Lembrança e Eterniza a Saudade... Sylvia Cohin

« RE-PARTINDO... »


© Fernando Peixoto

Sei que contigo vão partir
memórias de um tempo partilhado,
dias breves que hoje são passado
e podiam no entanto ser porvir.

Sei que levas na bagagem a lembrança
dos olhos nimbados de tristeza
mas também o brilho da bonança
que alimenta a tua natureza.

Mas se partes, apenas uma parte
vai contigo rasgando o mar e o vento:
que outra parte de ti já se reparte
na minha memória e pensamento.

24 de Agosto de 2008
FERNANDO PEIXOTO

* 25 de Julho de 1947
+03 de Outubro de 2008

Vila Nova de Gaia - Portugal

==================================
FERNANDO PEIXOTO - O Porto - Pt
« O talento educa-se na calma, o carácter no tumulto da vida » - *GOETHE

==================================

1 comentário:

Brancamar disse...

Por aqui passo como amiga que fui e serei sempre do Fernando Peixoto. Faz hoje uma semana que faleceu e por acaso descobri o Clube e esta mensagem passando pelo blog da Geo. Toda a semana tenho passado por inúmeras mensagens de saudade porque o Fernando Peixoto não deixava ninguém indiferente, era uma pessoa ímpar, um ser humano único que ficará sempre na nossa memória.
A sua poesia era de uma sensibilidade e pureza impressionantes. Entravamos nela como se a vivessemos, dava-nos a facilidade de nos pormos na pele do poeta e sentir a vida que fervilhava nos seu versos.
Até sempre meu eterno amigo.